Tabus e Debates: psiquiatras, psicólogos e todos os “loucos” do mundo

Eu posso falar sobre dor? Porque, para muitos indivíduos, o “falar sobre dor” é pura dramaticidade. De fato, como seres humanos, somos, em diversas situações, indiscutivelmente melancólicos. Contudo, o caos e as paranoias, às vezes, extrapolam. E dói. E machuca. E nos faz questionar o real motivo de estarmos aqui. Atualmente, em um contexto social menos “quadrado” e menos cheio de censura, temas como depressão, suicídio, ansiedade e vários outros distúrbios da mente, antes considerados assuntos tabus, tornaram-se tópicos de discussão. Então, é importante falarmos sobre dor. Milhões e milhares de crianças, adolescentes, adultos e idosos encontram-se em sofrimento emocional, o que acarreta, a esses indivíduos, também sintomas físicos – como insônia, fadiga e irritabilidade. De início, achamos que é apenas frescura, pois nos foi incutido, culturalmente, que psiquiatras e psicólogos servem para atender e cuidar de pessoas chamadas de malucas – e nós não somos malucos, ora! Nós apenas pensamos demais. O tempo passa e os sintomas se intensificam. As horas de sono diminuem. O choro torna-se ainda mais frequente. A vontade de permanecer vivendo, em contato com outras pessoas, vai embora. Por isso, meus caros, precisamos falar sobre dor. Se doer, busque ajuda. Desconstrua esse pensamento ultrapassado de que somos seres fortes e autossuficientes, cheios de orgulho, e que não precisamos de outro alguém para conseguir entender uma parcela de nós mesmos. Vá à terapia. Marque horário com um psiquiatra. E não deixe a dor vencer – nunca!  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s